Notícias

Novacki encerra visita ao Irã, quarto principal parceiro do agronegócio

Até o fim do ano, deverá ser criado com aquele país um Comitê Consultivo Agrícola. Na foto, secretário executivo na Câmara de Cooperativas

O secretário executivo do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, encerrou visita ao Irã, com comitiva que teve a presença de representantes de entidades do agronegócio, para estreitar relações entre os dois países e promover parcerias comerciais.

Um dos assuntos tratados com representantes do governo iraniano foi a criação de um Comitê Consultivo Agrícola (CCA), o que deverá ocorrer em novembro próximo. O país é o quarto maior comprador de produtos agropecuários brasileiros.

Novacki destacou o sistema de supervisão rigoroso do país sobre a produção de carnes e ouviu dos representantes do governo do Irã, interesse em aumentar suas exportações de pistache, tâmaras e açafrão.

Com o vice-ministro da Indústria, Minas e Comércio e presidente da Organização de Promoção do Comércio, Mojtaba Khosrowtaj, Novacki tratou de esforços para avançar na facilitação de operações financeiras com o país. No âmbito da Camex, já existe um grupo específico para tratar o tema.

O Irã tem interesse em investir na agricultura no exterior, seja por meio da compra de terras ou por parceria com empresas locais. A prioridade de investimentos externos do país é garantir acesso à produção de grãos. Do lado brasileiro, há interesse em receber investimentos iranianos. Novacki destacou investimentos realizados pelo Brasil em pesquisas pesquisas científicas “que ajudaram o país a desenvolver a agricultura, promovendo, ao mesmo tempo, consciência ambiental e segurança alimentar”.

O secretário reuniu-se também com Arzhang Javadi, vice-ministro de Agricultura e membro da Jihad Esteghlal Company, uma das principais companhias que importam produtos alimentícios no Irã. Com Javadi, tratou de Acordo de Cooperação em Saúde Animal e da criação do Comitê Consultivo Agrícola. Ao vice-ministro, reforçou o interesse do Brasil em manter parceria com o Irã de longo prazo, baseada no mútuo benefício e na confiança recíproca.

A delegação participou ainda de seminário que reuniu empresários iranianos e brasileiros na Câmara de Comércio, Indústria, Minas e Agricultura do Irã.

Fonte: Mapa

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar