EspecialistasNotícias

Top!!! Conheça o sistema indiano para resfriar o leite sem energia elétrica

Parece mágica, mas não é. Confira!

O Rapid Milk Chiller usa um sistema de bateria térmica que armazena o frio para uso posterior, resfriando o leite em segundos

Antes de mais nada, não existe mágica: o sistema da empresa indiana Promethean Power Systems armazena a temperatura gerada por um resfriador que precisa ficar ligado pelo menos 4 horas por dia na rede elétrica. O pulo do gato está na possibilidade de resfriar o leite durante ou depois da ordenha sem estar conectado, tipicamente em um horário onde a rede elétrica é precária ou totalmente sem capacidade de carga.

Top!!! Conheça o sistema indiano para resfriar o leite sem energia elétrica 2

O Rapid Milk Chiller usa uma “bateria térmica”, uma grande caixa com elementos que armazenam o frio de forma eficiente, ligada a um enorme tambor resfriado onde o leite é despejado lentamente. Com a lâmina de leite passando pela área fria, acontece o resfriamento rápido (vai de 35C a 8C em segundos).

Top!!! Conheça o sistema indiano para resfriar o leite sem energia elétrica 3
As etapas do sistema: da esquerda para a direita – compressor, unidade de controle, bateria térmica e chiller, onde despejam o leite.

Sistema em vídeo

A Promethean Power Systems faz sucesso na Índia, Bangladesh e Sri Lanka, fruto da pesquisa e desenvolvimento dos empresários Sorin Grama e Sam White, que tocam a empresa desde 2007, com unidades na Índia e nos Estados Unidos. O trabalho já foi reconhecido e premiado por diversas instituições: uma tecnologia que melhorou a vida de muitas famílias em áreas rurais.

Para a turma que ficou interessada, o contato está neste link.

Uma solução assim seria ideal para pequenos produtores brasileiros que ainda sofrem com a má qualidade no fornecimento de energia elétrica nas áreas rurais, em diferentes pontos do país. Os relatos de pessoas que não conseguem ligar a ordenhadeira e o resfriador ao mesmo tempo são muitos aqui no Brasil.

Por AGRONEWS BRASIL – Fonte: Farmfor

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar