Notícias

Inscrições para o prêmio Semeando o Bem seguem até 15 de agosto

As inscrições para a terceira edição do prêmio Semeando o Bem poderão ser feitas até o dia 15 de agosto e todas as informações estão disponíveis no site  www.algodaosocial.com.br .

“Dar o exemplo não é a melhor maneira de influenciar os outros. É a única!” – esta frase do filósofo, teólogo, músico e médico Alberto Schweitzer, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1952, resume a proposta do Prêmio Semeando o Bem, que chega à sua terceira edição em 2016.

Criado pelo Instituto Algodão Social (IAS) como forma de destacar ações voluntárias e projetos de natureza social, ambiental e cultural realizados por produtores associados à Ampa (Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão), o prêmio foi concedido pela primeira vez em 2012.  Em 2011, o IAS lançou o programa Semeando o Bem com o objetivo de incentivar os associados da Ampa a elevarem o nível de comprometimento com as ações sociais e ambientais, e incluiu a proposta de premiar os melhores projetos desenvolvidos.

“Os produtores de algodão de Mato Grosso são referência no cumprimento das leis trabalhistas e de segurança do trabalho, e da legislação ambiental. O prêmio Semeando o Bem é um reconhecimento às iniciativas que vão além e que reforçam o compromisso dos associados à Ampa com a responsabilidade social”, afirma Gustavo Piccoli, presidente da Ampa e do IAS.

O cronograma da premiação prevê o anúncio dos finalistas até 30 de setembro. Os vencedores serão conhecidos em cerimônia a ser realizada em dezembro e os projetos premiados serão apresentados na publicação Algodão Social 2017. As categorias contempladas são: Saúde, Educação, Meio Ambiente, Esporte e Lazer, Cultura, Filantropia, Educação e Segurança Alimentar e Ações Diferenciadas.

O diretor executivo do IAS, Félix Balaniuc, ressalta que cada fazenda poderá inscrever mais de um projeto desde que em categorias temáticas e respectivo subgrupo distintos. O regulamento do Prêmio Semeando o Bem 2014 estabelece que é permitida “a apresentação de ações que já concorreram na edição anterior, inclusive como finalistas, desde que não tenham sido premiadas como vencedoras em idêntico grupo temático e respectivo subgrupo, e desde que fique comprovada a sustentabilidade do projeto e sejam informados os indicadores dos resultados obtidos após setembro de 2012”.

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar