Mercado Financeiro

Desempenho do frango (vivo e abatido) na 39ª semana do ano

Alheio às mudanças de mercado que, na prática, ocorrem diuturnamente, o frango vivo negociado no interior paulista completou a quarta semana de setembro (39ª do ano) com a mesma cotação alcançada em 18 de junho passado e inalterada desde então: R$3,30/kg, valor que vigora há mais de 100 dias. Indício de que, autossuficientes, os abatedouros agora dependem menos da oferta independente

Notar (gráfico abaixo) que em setembro corrente essa cotação ficou apenas 3,33% acima da registrada um ano atrás. É um índice que tende a permanecer com variação mínima em outubro próximo, porquanto nesse mês, um ano atrás, a cotação do frango vivo permaneceu estável em relação ao mês anterior.

Mas enquanto o frango vivo segue alheio ao mercado, o frango abatido sofre, também diuturnamente, os efeitos de um consumo cada vez mais restrito. Tanto que seus preços, na semana, retrocederam aos mesmos patamares registrados um ano atrás e que, por sua vez, estiveram entre os menores valores do quadrimestre final de 2018.

Contava-se que, com a aproximação de novo mês, as vendas dos últimos dias de setembro voltassem a fluir melhor, propiciando melhor remuneração ao produto. Mas até a última sexta-feira (27) as vendas efetivadas no grande atacado da cidade de São Paulo permaneciam em baixos patamares, situando-se em valores inferiores aos dos primeiros dias de setembro.

A menos que haja substancial virada de mercado nesta segunda-feira, o mês será encerrado com a menor cotação nominal dos últimos 13 meses. Quer dizer: abaixo do preço médio de setembro corrente só aquele registrado em agosto do ano passado.

Desempenho do frango (vivo e abatido) na 39ª semana do ano 1

Fonte: Avisite

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar