Mercado Financeiro

Desempenho de exportação das carnes no 1º decêndio de novembro

As exportações de carnes completaram o primeiro decêndio de novembro (1 a 9, seis dias úteis) de forma não promissora, porquanto a receita do período apresentou resultado negativo tanto em relação ao mês anterior (pela média diária, queda de 2,69% em comparação a outubro passado), como em comparação ao mesmo mês de 2018 (redução de 1,74% sobre novembro de 2018).

O desempenho negativo se estende também ao volume. Assim, as pouco mais de 49 mil toneladas projetadas para a carne suína significam redução mensal de, praticamente, 16%; e anual de 3,76%.

As 123 mil toneladas sinalizadas pela carne bovina, se confirmadas, significarão redução de 23% sobre o mês anterior e de 5,5% sobre novembro de 2018.

E se, como está sendo apontado, a carne de frango se aproximar das 275 mil toneladas, este volume representará redução de, praticamente, 12% sobre outubro último e de mais de 7% sobre novembro do ano passado.

Mas por que razão as reduções sobre o mês anterior são tão incisivas? Porque, simplesmente, o corrente mês é 10% mais curto em termos de dias úteis. Ou seja: outubro teve 23 deles, sendo (juntamente com julho) o mês mais longo do ano. Já novembro corrente tem apenas 20 dias úteis, o que faz grande diferença.

Desempenho de exportação das carnes no 1º decêndio de novembro 1

Por AGRONEWS BRASIL – Fonte: Avisite

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar