Diárias de Mercado

Alface: frio reduz consumo caindo preço; geada afeta qualidade intensificando queda

Os preços da alface caíram novamente nas regiões paulistas de Ibiúna e Mogi das Cruzes nos últimos dias, refletindo a menor demanda pela folhosa por conta das temperaturas mais baixas, que costumam reduzir o consumo da hortaliça

No entanto, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as sobras foram menores do que as registradas em semanas anteriores – com a redução do plantio em maio, o volume disponível nas roças diminuiu. Quanto à qualidade, as geadas localizadas – principalmente na região de Ibiúna – que ocorreram nos dias 6 e 7 de julho reduziram a qualidade das alfaces, que apresentaram problemas com míldio e queima de bordas, apesar do alto controle fitossanitário realizado.

Mesmo com o menor volume colhido na última semana, a qualidade inferior desvalorizou a folhosa. Entre 8 e 12 de julho, a crespa teve preço médio de R$ 13,83/cx com 20 unidades em Mogi das Cruzes, queda de 4,6% frente ao da semana anterior.

Em Ibiúna, as cotações também recuaram com mais força, mas o cenário pode se inverter nas próximas semanas. Isso porque, de acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, as perdas foram elevadas no Sul, devido à geada mais intensa que afetou a região, levando produtores a buscar alfaces nas praças de Ibiúna e Piedade (SP), o que pode elevar as vendas e impulsionar as cotações.

Fonte: Cepea

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar