Frente Parlamentar da AgropecuáriaGeral

Alceu Moreira será reconduzido para a presidência da FPA até dezembro de 2020

Sob a missão de trabalhar a imagem da agropecuária brasileira, o parlamentar se consolida como uma forte liderança

O deputado Alceu Moreira (MDB-RS) será reconduzido para mais um ano na presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). A decisão foi tomada durante a reunião desta terça-feira (12), quando membros do colegiado alteraram o estatuto para que cada presidente permaneça no mandato por dois anos, conforme regra antiga da bancada.

“Eu só tenho que agradecer a confiança e continuar me doando para garantir o melhor que a representação política da FPA pode fazer pela agricultura brasileira. Nós vamos querer discutir a construção de planilhas de custo do setor. Nós temos um contingente bastante grande de produtores endividados e isto tem que ter um equilíbrio. Tem muito sócio oculto, tem muita gente que nunca plantou e não colheu que ganha muito sobre o produtor” disse Moreira.

O deputado Zé Mário (DEM-GO) reforçou a necessidade de que colegiado atue para recuperar a renda dos produtores rurais, prejudicados por taxas embutidas em empréstimos. “Nossa missão em 2020 será de diminuição do custo de produção brasileiro e de acesso ao crédito de forma mais justa e que permita uma competitividade maior para o país”, destacou.

O vice-presidente do colegiado, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), acrescentou que o ano de 2019 foi o ano da mudança, principalmente da composição do Congresso Nacional que teve uma renovação de mais 50%. “Avançamos em algumas pautas importantes, mas muito fica para o ano que vem. Começamos no mês de novembro a planejar como nós agiremos no ano que vem porque passa muito rápido e algo que diferencia a FPA é essa dinâmica de planejar e se dedicar a cada um dos pontos que interessam diretamente aos nossos produtores rurais”, disse.

O exercício do mandato será prorrogado até dezembro de 2020 e, a partir desta data, o mandato de presidente e da diretoria da FPA passará a ser de dois anos. O deputado Alceu Moreira ressaltou que vai trabalhar na imagem do setor para que a população urbana conheça a sustentabilidade e a segurança na produção de alimentos do Brasil.

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar